Projeto Garoupas ao Mar

PROTEJO ATEVI DE REPOVOAMENTO DE GAROUPA VERDADEIRA


Logo Garoupas ao Mar

Questões ambientais são uma preocupação real e constante na cabeça de todo mundo.
E, quando se fala em oceanos, as inquietações parecem ser ainda maiores. Afinal, os oceanos são um patrimônio coletivo de toda a humanidade e nossa sobrevivência depende de um oceano sadio.

Mas não é fácil conseguir a unanimidade para prestar o socorro que os oceanos já demonstram necessitar. E eles precisam de ajuda imediata!

Para evitar o esgotamento dos estoques marinhos, três são as abordagens mais comuns: controlar os esforços de pesca (cotas de pesca, limitação de tamanho de captura, especificação de apetrechos); garantir os locais e períodos de reprodução (defesos, áreas de proteção ambiental) ; e aumentar a população através de programas de REPOVOAMENTO.

E é isso o que nós vamos fazer com a sua ajuda! VAMOS DEVOLVER AOS MARES DEZENAS DE MILHARES DE ALEVINOS JOVENS DE GAROUPA VERDADEIRA !

PORQUE ESCOLHEMOS A GAROUPA (Epinephelus marginatus) ?

A Garoupa é uma espécie emblemática e está em risco de extinção (Portaria MMA 445/2014).
Como é uma espécie do topo da cadeia alimentar, ela é fundamental para manter os ambientes de corais equilibrados, contribuindo para estabilização do ecossistema marinho de forma geral.

Garoupa nas mãos

QUAL O NOSSO OBJETIVO?


Nosso objetivo principal é dar os primeiros passos para a recuperação dos estoques da Garoupa Verdadeira no Setor Maembipe da APA Marinha do Litoral Norte de São Paulo.

Etapas:
1. Preparar alevinos, habitat e conhecer as influências do ecossistema para fins de soltura.
2. Mapear os locais com características que permitam a proteção de formas jovens de garoupa verdadeira.
3. Fazer um estudo da biomassa atual de garoupa verdadeira nos locais escolhidos e sua evolução após a soltura controlada de alevinos.
4. Avaliar a ferramenta de soltura controlada de alevinos com análise e monitoramento genético de garoupa verdadeira para documentação científica.
5. Dar visibilidade à soltura como oportunidade para ações de educação ambiental.

SAIBA O QUE JÁ FOMOS CAPAZES DE FAZER:

A reprodução em cativeiro de garoupas selvagens (Epinephelus marginatus) – As primeiras das Américas! – Uma conquista nossa, sua, de todo o Brasil!

Soltura controlada com acompanhamento através de telemetria e estudos científicos publicados - Projeto Garoupa

Estudos de biodiversidade e do habitat da garoupa verdadeira na costa do Rio de Janeiro e no litoral norte de São Paulo.

A BOA NOTÍCIA AGORA É QUE DESDE 2016 ESTAMOS PRONTOS PARA IR ALÉM E CONSOLIDAR PROJETOS DE REPOVOAMENTO MARINHO.

NÃO É TAREFA SIMPLES MAS, TEMOS GRANDES PARCEIROS ENVOLVIDOS:







Entre em Contato



Rua Benedito Mariano Leite, 106
11630-000 Barra Velha
Ilhabela SP

C: 12 981.249.903

contato@atevi.org.br / ouvidoria@atevi.org.br